Albert-Einstein

 

O Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência PIBID/CAPES, em vigência a partir de 2009 no Instituto de Física, foi implementado segundo a proposta da CAPES, de estabelecer dinâmicas de trabalho com objetivo de promover a articulação integrada da educação superior do sistema federal com a educação básica do sistema público, em proveito de elevar a qualidade das ações acadêmicas voltadas à formação inicial de professores nos cursos de licenciaturas; de estimular a integração da educação superior com a educação básica no ensino médio, de modo a estabelecer projetos de cooperação que elevem a qualidade do ensino nas escolas da rede pública. O Subprojeto Física do PIBID/UFRJ atua em duas Escolas da SEEDUC, com IDEB: 3,4 e 3,3 respectivamente e uma Escola Federal (Colégio Pedro II unidade São Cristovão) com IDEB 6,0. O Subprojeto integra três categorias de bolsistas no processo de ensino aprendizagem na Escola Básica: o professor de Física do Ensino Médio (Supervisor bolsista), o licenciando em Física (bolsista de Iniciação à Docência) e o professor do curso de Licenciatura em Física (Coordenador bolsista e colaboradores), numa dinâmica de interação que se dá nos diversos momentos de atuação na escola pública e no Instituto de Física. A ideia de supervisionar o licenciando na escola desde o início da formação é nova e pode atender objetivos tanto cognitivos como afetivos, motivando-o a permanecer na profissão e permitindo que empregue modelos estruturados para conhecer a escola e a conjuntura profissional do professor, que colabore com os professores do ensino médio e, dessa forma, contribua para um melhor desempenho, numa sala de aula que sabemos ser problemática na atual conjuntura educacional. A nossa dinâmica de trabalho baseia-se na co-participação dos integrantes dos três grupos institucionais para desenvolver materiais didáticos, estabelecer estratégias e atividades concretas de aprendizagem, que contemplam prioritariamente a execução em sala de aula, em cada uma das escolas participantes. O tripé de atuação da equipe é formado por: supervisores (4 professores), monitores de Iniciação à Docência (ID) (15 alunos de Licenciatura em Física, distribuídos 5 por escola) e orientadores de ID incluindo o coordenador (3 professores do Instituto de Física). A escolha e a preparação das estratégias/materiais didáticos, em sessões semanais (oficinas) aponta inequivocamente para a necessidade mais premente dos professores de Física do Ensino Médio: a colaboração para desenvolver um ensino experimental, que continua sendo a componente mais fraca do ensino de Física na escola. Esta situação é agravada pela ausência de facilidades nas escolas de laboratórios e materiais apropriados. Nesse sentido, a contribuição do PIBID cria um cenário diferente, fornecendo não apenas conjuntos experimentais testados e apropriados para o ensino de Física, mas também a colaboração do licenciando, que age como auxiliar do professor supervisor em sala de aula, permitindo o desenvolvimento das atividades práticas que não seriam possíveis em outras circunstâncias. (out/2014). Saiba mais em nosso blog.

 

Coordenação

Vitorvani Soares (out/14 - atual)         

João José Fernandes de Sousa (mar/09 - set/14) 

UFRJ PIBID - UFRJ
Desenvolvido por: TIC/UFRJ